Curso de Extensão: A POLÍTICA EM MICHEL FOUCAULT


CARGA HORÁRIA:

8h.

OBJETIVO:

O curso visa apresentar um lado menos explorado do pensamento de Michel Foucault: a de crítico da racionalidade política ocidental. Com a publicação em português dos cursos do Collège de France, pode-se verificar que o trabalho de Foucault não está restrito aos campos da filosofia da linguagem, ciência e Ética. Seu pensamento transcende este enquadramento, demandando uma nova abordagem de seus principais métodos, problemas e conceitos. Focado na análise dos conceitos de disciplina, biopolítica e governamentalidade, o curso busca apresentar, de forma precisa e centrada, analises que estão distribuídas em diversos de seus trabalhos acadêmicos. O objetivo específico é ampliar a capacidade heurística da obra de Foucault no campo das ciências sociais e humanas.

JUSTIFICATIVA:

Pierre Bourdieu considera que Michel Foucault foi o principal filósofo do século XX. Não obstante a esta perspectiva é inegável que o trabalho intelectual deste filósofo contribuiu para a modificação das relações entre as ciências humanas e o fenômeno do poder. A partir do livro “As Palavras e as Coisas” de 1966, as ciências humanas, e sociais principalmente, passaram não mais a ser ciências neutras e ascéticas, mas práticas discursivas que criam e projetam efeitos de poder sobre seus objetos, modificando e rearticulando-os no plano da práxis social. Ao propor uma ciência da política na obra plural de Michel Foucault, não pretendemos isolar o elemento político em seus escritos, mas apresentar suas teses principais tendo a microfísica do poder como o articulador das suas teorias e objetos de pesquisa.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

Aula 1 – Michel Foucault e o enigma da política ocidental: uma apresentação;

Aula 2 – Disciplina, biopolítica e instituições de sequestro: o panopticom visto por dentro;

Aula 3 – O governo de si e dos outros: a defesa da sociedade e a governamentalidade;

Aula 4 – Cuidar de si: Ética e Política em sociedades de controle.

EMENTA:

As etapas do desenvolvimento do pensamento Foucaultano; o método arqueológico-genealógico, instituições e saberes sujeitados; individuação, disciplina e controle; ciências humanas e biopolítica, A hermenêutica do sujeito.

BIBLIOGRAFIA:

MUCHAIL. Salma “Foucault ,simplesmente.” São Paulo: Edições Loyola, 2002

DELEUZE. Gilles “Foucault” São Paulo: Brasiliense, 2005;

FOUCAULT, Michel. “Em Defesa da Sociedade.” São Paulo: Martins Fontes, 2002.

______________. “Segurança, Território, População”. São Paulo: Martins Fontes, 2008(a).

______________. “Nascimento da Biopolítica”. São Paulo: Martins Fontes, 2008(b).

PÚBLICO ALVO:

Estudantes de graduação e profissionais oriundos de diferentes áreas de formação interessados em aprofundar conhecimentos na reflexão sobre os principais temas e debates presentes na obra de Foucault. O curso pretende fornecer um quadro teórico consistente para estudantes e profissionais das diversas áreas das Ciências Humanas, pesquisadores, técnicos com atuação no serviço público (municipal, estadual e federal), profissionais que atuem em ONG’s, institutos de pesquisa e projetos sociais de uma maneira geral.

CURRÍCULO RESUMIDO

André Saldanha Costa é Mestre em Ciência Política pela Universidade Federal Fluminense. Desenvolve seu doutorado na mesma instituição com área de concentração em Teoria Política. Atua, desde 2009, como professor na Faculdade de Direito da UCAM lecionando matérias ligadas a Sociologia, Política e Filosofia.

DIAS: terças feiras, dias 16/10 e 23/10

HORÁRIOS

16:00h às 20:00h

TOTAL DE VAGAS 40

VALOR DO CURSO R$100,00

LOCAL: Pça Pio X, nº 7

Sobre Denis Wesley

Pode invadir ou chegar com delicadeza Pode invadir ou chegar com delicadeza, mas não tão devagar que me faça dormir... Não grite comigo, eu tenho o péssimo hábito de revidar... Tenha vida própria, me faça sentir saudades... Conte umas coisas que me façam rir... Acredite nas verdades que digo e nas mentiras, elas serão raras, mas sempre por uma boa causa... Respeite meu choro... Deixe-me sozinho, só volte quando eu chamar, e não me obedeça sempre é que eu também gosto de ser contrariado... Invente um papel para você que ainda não tenha sido preenchido e o inverta as vezes... Então: Sou Denis Wesley, muito prazer.

Publicado em 29/09/2012, em Extensões Universitárias. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: