Classe Social na Creche


Ana Carolina Marques Camara, Ana Maria F Almeida

Resumo

Para boa parte da sociologia contemporânea, a criança é um agente social ativamente engajado na produção, apropriação e reprodução da cultura. Pouco, no entanto, se diz sobre a maneira como as crianças participam da reprodução de classe. Apoiando-se na observação da rotina das turmas de dois a três anos em uma creche pública e outra privada, que atendem a famílias de grupos sociais diferentes, as autoras mostram como as crianças contribuem ativamente para modelar as experiências educativas a que são expostas. As crianças oriundas de famílias dos grupos populares, menos escolarizados, exibem maior autonomia, autossuficiência e independência em relação aos adultos, enquanto as crianças de famílias de classe média alta, mais escolarizadas, desobedecem e demandam mais. Como resultado, estas últimas recebem mais atenção dos adultos. Isso contribui para uma diferenciação significativa do trabalho pedagógico nos dois espaços, adicionando uma nova dimensão às diferenças de contexto institucional, apesar da semelhança que estes apresentam em outros aspectos (salários de professoras e monitoras, espaço físico, orientação pedagógica). Esses resultados revelam, assim, uma das dimensões dos complexos processos pelos quais se produz a desigualdade de classe na educação.

Texto Completo: PDF

Sobre Denis Wesley

Pode invadir ou chegar com delicadeza Pode invadir ou chegar com delicadeza, mas não tão devagar que me faça dormir... Não grite comigo, eu tenho o péssimo hábito de revidar... Tenha vida própria, me faça sentir saudades... Conte umas coisas que me façam rir... Acredite nas verdades que digo e nas mentiras, elas serão raras, mas sempre por uma boa causa... Respeite meu choro... Deixe-me sozinho, só volte quando eu chamar, e não me obedeça sempre é que eu também gosto de ser contrariado... Invente um papel para você que ainda não tenha sido preenchido e o inverta as vezes... Então: Sou Denis Wesley, muito prazer.

Publicado em 28/07/2013, em Sociologia da Educação, Sociologia da Infância. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: